.
BEM VINDO AO SITE FILOSÓFICO


Há um período em que vivemos tão somente a vida prática, mecânica, o cotidianismo repetitivo enquanto a força nos permite. É um período no qual não nos questionamos quem somos, de onde viemos, para onde vamos, e qual é o objetivo da vida em si mesma, agimos tão somente como autômatos humanos, e esta é a fase da vida e para muitos toda uma vida, em que estamos muito próximo do estado primitivo, de nossa essência animal. Há um período de nossas vidas em que despertamos e começamos a questionar a existência, os princípios, as crenças, os valores e os conceitos que nos foram transmitidos, então começamos a imaginar, a estudar, a investigar, a refletir e como nos alertou Platão, a “lembrar”, para finalmente sairmos da natureza animal que nos envolve e nunca mais a ela retornarmos. Há finalmente um período de nossa existência, em que a brevidade da vida nos obriga para além da busca do saber, mas também a transmitir este saber a tantos que não sabem, e esta é uma das fases da vida em que a vida se objetiva no ser.


Frederico Rochaferreira


  >>     POR QUE O BRASIL

 NÃO TEM FILÓSOFOS?

 WHY BRAZIL DOESN'T HAVE PHILOSOPHERS?